24 de set de 2011

Deep Web - internet muito além do Google


Deep Web (também conhecido como Deepnet, Darknet, Undernet ou invisible net) é o nome dado aos sites e comunidades virtuais que não são encontrados por mecanismos de busca convencionais, ou seja, não estão na superfície da internet. Simplificando melhor, sites que não são achados no Google, e só conseguem ser encontrados por meios avançados de busca ou por sistema de encriptação avançados. Usando de metatags especificas é possível ocultar um site ou fórum de buscadores. As maiorias dos Deep Sites não usam endereços comuns e muitas vezes não usam o formato HTML, o que dificulta muito sua busca. Por incrível que pareça, a Deep Web parece ser maior do que a surface da web. O pesquisador americano Michael Bergman, uma das maiores autoridades no assunto, diz acreditar que a Deep Web é cerca de 500 vezes maior do que a internet que temos acesso. A questão é, o que a Deep Web pode esconder?

É claro que muitos dos sites ocultos podem ser apenas páginas comuns, de grupos específicos que não querem ser incomodados pela grande massa de usuários comuns de internet, mas a Deep Web também é o lar dos criminosos da internet. Hackers trocando vírus, pedófilos compartilhando pornografia infantil, venda de drogas, seitas satânicas, comércio de órgãos, redes de terrorismo... Todos agindo livremente na internet, longe dos olhos dos usuários comuns.

Exemplo de um caso conhecido:

Em 2003 um caso chocou a Alemanha e foi noticia no mundo todo. Um canibal confessou em um tribunal ter matado e comido uma pessoa a pedido da própria vítima. O "Canibal de Rotenburg", como ficou conhecido, diz ter conhecido a vitima e combinado como tudo seria feito através da internet. Uma investigação da policia levou a uma rede de fóruns de canibalismo escondidos na Deep Net. "Cannibal Cafe", "Guy Cannibals" e "Torturenet" eram páginas usadas pelos canibais para marcar encontros e selecionar vitimas para a prática de canibalismo.

Nenhum comentário: